CÁLCULO DE FÉRIAS → Como Calcular, Simulador, Férias Proporcionais


 

As férias configuram-se como direito trabalhista no Brasil. Segundo a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) todo empregado tem direito a férias anuais remuneradas. Ainda de acordo com a legislação brasileira, o funcionário tem o direito de tirar férias corridas ou divididas em três vezes durante o período de um ano.

Porém, muitas pessoas têm dúvidas sobre o cálculo das férias relacionadas aos valores devidos durante os dias de descanso com direito à remuneração.

Simulador de férias

Os simuladores são plugins bastante conhecidos e utilizados na Internet para realizar automaticamente diversos tipos de cálculos. Online, os simuladores de férias estão disponíveis para sistemas de computadores pessoais e também em forma de aplicativos. Aqui disponibilizaremos alguns desses simuladores disponíveis na Internet que podem ser encontrados online para ter uma base de cálculo automática e aproximada das férias devidas ao trabalhador assalariado.

  • Calculadora fácil de férias: O site Calculadora Fácil disponibiliza uma ferramenta de cálculo de férias. Essa calculadora toma por base seu salário bruto e as horas extras que você realizou;Como Fazer Cálculo de Férias
  • O site Mobills também dispõe em sua página inicial de um formulário onde você poderá inserir os valores de seu salário bruto, a média de hora extra e número de dependentes para ter uma base de cálculo para quanto você receberá nas suas férias;
    Mobills
  • Há também uma calculadora na página inicial do site Cálculo de Férias, também contando com um formulário simples de cálculo automático. Basta inserir corretamente os valores nos campos indicados e clicar em “Calcular”.
    Calcular Férias Site

Esses sites fornecem uma estimativa aproximada dos valores, para saber exatamente os valores devidos pela empresa o ideal é que você entre em contato com o Departamento de RH da empresa onde você trabalha.

Como calcular férias

A cada 12 meses, o trabalhador terá direito a 30 dias de férias. Esse é o período que o trabalhador dispõe normalmente, porém se houverem faltas injustificadas durante esse período de 12 meses; a quantidade de dias que o trabalhador terá direito a descanso remunerado poderá diminuir de acordo com as seguintes estimativas:

Como Calcular Férias

Essa regra vale para faltas injustificadas do trabalhador, que não são previstas na legislação como direito. As faltas justificadas não contam como desconto para o período de férias ao qual o trabalhador tem direito após 12 meses de contratação.

O cálculo básico das férias leva em conta as seguintes variáveis

  • O salário bruto recebido pelo trabalhador, sem inclusão dos descontos previdenciário e sindical;
  • A média de seus adicionais em horas extras durante os 12 meses anteriores às férias devidas;
  • Média por adicional devido para trabalho noturno, de insalubridade ou periculosidade durante o período dos 12 meses de serviço anterior;

A equação é a seguinte

  • O valor a receber nas férias é igual ao salário bruto mais a sua média de horas extras, dividido por 30. Esse total da divisão, posteriormente deve ser multiplicado pela quantidade de dias de férias de direito do funcionário.

Além desse valor o trabalhador brasileiro tem direito ao terço de férias já devido. Por exemplo, caso você tenha 800 reais de férias a receber, um terço desse valor será creditado a mais como terço de férias. As contribuições ao INSS, bem como impostos e encargos devidos são descontados do valor bruto a ser recebido de férias pelo trabalhador com carteira assinada.

Confira → Idade para aposentadoria por idade

Férias proporcionais

O pagamento de férias proporcionais geralmente é devido quando há demissão sem justa causa. Em caso de rescisão contratual sem justa causa por parte do empregador, a empresa precisará pagar férias proporcionais durante o acerto com o funcionário. Mesmo que a rescisão contratual seja realizada antes da conclusão de 12 meses de trabalho, a empresa precisará pagar as férias proporcionais. As férias proporcionais são calculadas aproximadamente da seguinte maneira:

O salário bruto do trabalhador dividido por 12 meses, que é o tempo indicado por lei. O resultante da divisão deve ser multiplicado pela quantidade de meses trabalhados.

Cálculo de férias vencidas

A grande maioria das empresas para evitar problemas com a legislação trabalhista incentiva o trabalhador a tirar férias em tempo oportuno. Pela legislação trabalhista brasileira, o empregador que não oferece o período de férias após 12 meses de contratação deverá o valor em dobro. Esse valor em dobro inclui o período de férias, insalubridade, periculosidade e horas extras trabalhadas. Por isso, normalmente as empresas evitam esse tipo de ocorrência e procuram meios para garantir que o funcionário consiga tirar suas férias em até 12 meses de contratação ou divididas em até 3 vezes durante o ano.

Neste artigo vimos brevemente a legislação relacionada ao direito às férias prevista na CLT brasileira. Além disso, verificamos como é realizado o cálculo das férias devidas pelas empresas, os direitos do trabalhador por insalubridade, periculosidade ou horas extras trabalhadas durante o período de 12 meses.

Você gostou deste artigo? Curta nosso conteúdo e compartilhe com seus colegas de trabalho as valiosas informações que foram expostas aqui de forma simplificada e clara.

Leave a Reply