ESCOLA DA FAMÍLIA 2019 → 【Inscrição, Telefone, Como Funciona】


 

Criado em 23 de agosto de 2003 pela Secretária do Estado da Educação, o programa Escola da Família tem como objetivo proporcionar diversas atividades em escolas públicas para a comunidade aos finais de semana. Promovendo o lazer, acesso a cultura, qualificação para o mercado de trabalho e saúde.

Programa Escola da Família

Como funciona?

O programa conta com a Bolsa Universidade, que este tem o objetivo de dar apoio aos estudantes de faculdades particulares conveniadas ao SEE/FDE (Secretária do Estado da Educação/Fundação para o Desenvolvimento da Educação).

Os universitários inscritos do Escola da Família, participam de atividades aos finais de semana em escolas públicas estaduais e em contrapartida, têm seus estudos custeados pelo Programa Bolsa Universidade.

Esses convênios garantem aos universitários 100% de gratuidade nos seus cursos, sendo 50% da mensalidade paga pelo Estado (limitada a um teto de R$500,00/mês renovável anualmente) e o restante sendo financiado pela própria faculdade.

As atividades são abertas ao público e os universitários inscritos devem permanecer nas escolas públicas por um período de oito horas em um dos dois dias do final de semana (sábado ou domingo). Cada escola organiza suas atividades que devem pertencer a um dos quatro eixos: esporte, cultura, saúde e trabalho.

O programa Escola da Família é uma forma de aproximar a comunidade do âmbito escolar, proporcionando atividades prazerosas aos finais de semana onde todos podem participar, principalmente as crianças, pois estas são as que mais precisam de atenção, acesso à cultura, capacitação, saúde e lazer.

Por muitas vezes, as crianças em finais de semanas, onde não possuem aula, ficam em situação vulnerável em ruas por não ter nenhuma atividade para praticar e onde brincar. E é justamente este um dos objetivos da Escola da Família, proporcionar, também, um local seguro para essas crianças.

Quais os Benefícios do Programa?

Com o programa, é possível conciliar ambos os objetivos: beneficiar a comunidade e dar apoio ao universitário. Com as aulas oferecidas, as pessoas podem se capacitar mais para o mercado de trabalho e as crianças podem se desenvolver melhor.

Para os universitários, muitas vezes é uma forma de se aproximar mais do curso escolhido e adquirir experiências como profissional (pois podem ser elaborados projetos pelo mesmo, desde que dentro das especificações, eixos do programa e aprovados pela coordenação da escola), acrescentam valores importantes à sua formação acadêmica, como a solidariedade e a responsabilidade social.

CONFIRA: Sistema de Presença 2019

As atividades podem incluir: reforço escolar, oficinas de artes, jogos e brincadeiras, aulas de informática, gincanas e muitas outras.

Inscrição do Programa

O estudante interessado deve fazer o cadastro no Programa Escola da Família no site oficial (http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br/default.asp). A documentação, assim como a situação econômica e acadêmica do aluno deverá ser apresentada conforme as instruções do cadastro. O processo seletivo é classificatório.

Escola da Família 2019

Para se inscrever no programa, os interessados devem:

  • Estar matriculados em Instituição Privada de Ensino Superior conveniada a SEE/FDE 2019;
  • Não ser beneficiário financiamento universitário de bolsa de estudos, ou similar provenientes de recursos públicos;
  • Ter disponibilidade e interesse para desempenhar atividades do Programa junto às Escolas Públicas Estaduais, com a carga horária de oito horas aos fins de semana;
  • Não ter nível superior completo.

Ao finalizar o cadastro no site, o candidato deve levar posteriormente toda a documentação comprobatória de sua condição acadêmica e socioeconômica à Diretoria de Ensino da região onde pretende atuar, conforme o cronograma de disponível no próprio site.

As Diretorias de Ensino irão promover a análise de todos os documentos apresentados, e aprovar os candidatos que atendam aos pré-requisitos exigidos para se obter a bolsa.

Critério para a seleção

A quantidade de vagas para o programa é limitada, e será disponibilizada de acordo com a classificação do candidato. Aquelas pessoas que permanecerem na lista de espera terão a possibilidade de aguardar a vaga durante um ano e fazer uma nova inscrição (se não forem chamados).

O processo de classificação considerará os seguintes critérios para aprovação:

  • Despesa fixa mensal da casa;
  • Tipo de moradia;
  • Tipo de moradia;
  • Quantidade de pessoas que residem na casa;
  • Renda mensal do candidato;
  • Renda mensal familiar;
  • Quantidade de pessoas que trabalham na casa.

Se houver empate, alguns critérios são adotados para desempate, tais como:

  • Ter feito o maior número de séries do Ensino médio na rede pública;
  • Ser arrimo de família;
  • Ter atuado (com atestado comprobatório emitido pela Diretoria de Ensino) como voluntário no Programa Escola da Família pelo período mínimo de 1 ano,
  • A data de inscrição do candidato;
  • Tipo de propriedade da moradia.

E então, gostou de conhecer melhor sobre a Escola da Família? Acredita que este conteúdo também pode ser útil para outras pessoas? Então não deixe compartilhá-lo em suas redes sociais.

Leave a Reply