Programa Família Acolhedora 2019 → Como Funciona, Cadastro

O que é o Programa Família Acolhedora

Esse Programa é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com estados e municípios, que visa oferecer um ambiente familiar para o crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de risco junto às suas famílias de origem.
Família Acolhedora Ganha Quanto 2019
A família recebe um auxílio no valor de um salário-mínimo por criança acolhida, mas precisa estar muito atenta aos deveres para com a mesma. É preciso dar carinho, atenção e dignidade, oferecendo um ambiente sadio de convivência familiar.

A família precisa estar ciente de que não se trata de uma adoção, mas de um acolhimento por prazo determinado. O objetivo é que, sanados os problemas entre a criança e sua família de origem, esta possa retornar ao convívio dos seus familiares.

Como Funciona o Programa Família Acolhedora 2019

Como vimos, a família recebe uma criança e tem a ajuda financeira. Só é possível acolher um jovem por vez, mas há exceções, em caso de irmãos, pois o Estatuto da Criança e do Adolescente visa preservar os vínculos afetivos originais.
Família Acolhedora Cadastro
Para se candidatar, primeiro, é preciso fazer um cadastro e participar de um processo seletivo. Depois, as famílias selecionadas poderão abrigar uma criança ou adolescente por um período de até um ano e meio. O processo seletivo consta de várias etapas:

  • Entrevista com assistência social;
  • Entrevista com o psicólogo;
  • Capacitação para o Programa;
  • Entrega de documentação.

Os documentos exigidos para a participação no Programa estão listados mais à frente, na seção de requisitos.

Requisitos Programa Família Acolhedora 2019

De acordo com o estado e município em que o cidadão se candidatar, alguns requisitos podem variar. Porém, há requisitos básicos, exigidos para todos os participantes. São eles:
acolhimento familia requisitos

  • Ser maior de 21 anos, homem ou mulher;
  • Possuir disponibilidade afetiva, ou seja, capacidade de oferecer cuidados, atenção, carinho etc. aos acolhidos;
  • Possuir ambiente familiar estável, sem casos de dependência química de qualquer natureza;
  • Não estar na fila de adoção;
  • Boas condições de saúde, tanto física, quanto mental;
  • Não ter antecedentes criminais, processos criminais no qual é réu;
  • Possuir situação financeira estável, para que não caracterize interesse na ajuda de custo;
  • Diferença mínima de 16 anos para o acolhido.

Além dos requisitos, há também uma lista de documentos necessários para se cadastrar no Programa Família acolhedora, cadastro esse que não poderá ser feito pela internet nem pelo telefone. É preciso comparecer ao órgão responsável do município.

Confira: Calendário de Vacinas 2019

Programa Família Acolhedora 2019 Cadastro

Primeiro, é preciso identificar se o seu município já está participando do Programa família Acolhedora em 2019. Essa pesquisa pode ser feita pela internet ou no CRAS – Centro de Referência em Assistência Social da sua cidade.

Depois, caso seu município seja um participante, separe os documentos listados abaixo e compareça ao órgão responsável.

Lista de documentos:

  • Carteira de Identidade;
  • CPF – Cadastro de Pessoas Físicas;
  • Certidão negativa de antecedentes criminais;
  • Atestado médico de boas condições de saúde física e mental;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de residência.

FIQUE ATENTO: Normalmente, as cidades exigem algum tempo de residência prévio no município em que se candidatar, que pode variar de 1 ano ou mais.

Tanto casais, como homens e mulheres solteiros podem ser candidatos e se tornarem acolhedores, basta que cumpram os requisitos. Todo tipo de família/acolhedores são capacitados em duas seções de 4 horas, pela equipe técnica do Serviço de Acolhimento.

Gostou do post? Que tal compartilhar no Facebook para que todos saibam como funciona o Programa Família Acolhedora? Vai lá!

Leave a Reply